Conheça seus vereadores

Felipe Veiga
Cleverson Antônio Cordeiro Dalprá
Sergio Cavagni
Lucas Sehnem
Cilon Junior Antunes de Souza
Ana Carolina Mascarenhas Ferrer
Eugênio Zanona
Geraldo de Souza
Venicio dos Santos Ferreira
Amarildo Alegro Bandeira
Anderson de Jesus Cardoso

Clique aqui e veja os álbuns!

Homenagens e palestra marcam a sessão desta segunda-feira

Data publicação: 24/11/2017 Publicado por: Rafael Heros de Almeida

Para lembrar o Dia Municipal da Pessoa com Deficiência, comemorado todo 20 de novembro, a Câmara Municipal de Campina Grande do Sul realizou junto com a sessão ordinária, em parceria com a Prefeitura, homenagens e uma palestra alusiva ao tema.

O presidente da Câmara, Sergio Cavagni, lembra que a data foi instituída pelo Poder Legislativo no ano passado e oportuniza ao município desenvolver ações voltadas a conscientização. "Nós, vereadores levantamos a bandeira da igualdade e, principalmente, da inclusão das pessoas com deficiência em todas as atividades e serviços oferecidos no nosso município. Para isso, temos desenvolvido políticas públicas que alcancem a todos".

Na ocasião, os vereadores receberam o prefeito Bihl Zanetti, a secretária de Desenvolvimento Social e Família Eliani Zanetti e vários cidadãos que representam a classe de pessoas com algum tipo de deficiência e puderam compartilhar um pouco da sua história.

O prefeito Bihl elencou que sua gestão é humana e de respeito. "Buscamos governar com um olhar para as maiorias, ainda temos muito a fazer e sabemos que estamos plantando uma semente para colher Frutos no futuro".

Para Eliani, esse momento precisa se tornar um compromisso de todos. "Iremos dar início a esse trabalho que não é nada fácil. É preciso que cada um de a sua parcela de contribuição para que possamos colocar ações em prática".

Além disso, o curitibano Mário Sérgio, que faz parte da diretoria da Secretaria de Esporte do Paraná, palestrou sobre a deficiência visual, que o acometeu aos três anos de idade. "Ainda é preciso insistir para a inclusão da deficiência, o que não seria necessário se todos enxergassem o ser humano de forma igualitária. Além disso, precisamos mudar o paradigma de o deficiente já está fadado ao fracasso, nós temos capacidade de nos relacionar e viver como todos, seja no ambiente familiar, social ou na carreira".

Tags de pesquisa: homenagem, palestra, sessão